Em jogo histórico em Parobé, APF fica no empate com a ACBF

Em jogo histórico em Parobé, APF fica no empate com a ACBF

Na tarde deste sábado (22), a equipe da Associação Parobeense de Futsal (APF), recebeu a equipe da Associação Carlos Barbosa de Futsal (ACBF), o jogo marcava o encontro entre a líder da Liga Gaúcha de Futsal Série Ouro e a última entre os oito classificados para as quartas da competição. A APF buscava a vitória para se manter entre os classificados para a próxima fase e para quebrar a sequência sem vitória, já a ACBF buscava somar pontos para ampliar a liderança.

O primeiro tempo

O jogo começou movimentado com as duas equipes buscando o jogo, o destaque pelo lado da APF foi à estreia no João de Barro do ala Bichinho, que já no início mostrou qualidade com velocidade, finalização e bons passes. No decorrer do jogo a ACBF ficou com a bola, e a APF especulava triangulações e contra-ataques, assim levou perigo em jogadas com Bichinho, Gleison, Gui Fonseca e Humberto que parou na trave.
No decorrer da partida as equipes alternaram bons momentos, com a ACBF levando perigo e a APF buscando se defender e também atacar criando boas chances, mas sem levar muito perigo ao gol do goleiro Henrique, destaque também para o goleiro Alemão com grandes defesas.

O segundo tempo

Na volta do intervalo a APF voltou pressionando e já na saída de bola Bichinho em jogada rápida levou perigo ao gol do goleiro Henrique. Mas com menos de três minutos e uma cobrança de falta ensaiada João Sala rolou para Pesk que chutou forte para vencer o goleiro Alemão e abrir o placar para a ACBF.

Depois do gol a APF não se abateu e buscou o gol de empate, principalmente nas jogadas de Bichinho e Humberto, mas que pararam nas defesas do goleiro Henrique. Em outras oportunidades da APF Rômulo e Gleison fizeram boas jogadas, mas não levaram perigo ao gol da ACBF.

No decorrer do segundo a APF buscou criar jogadas, mas parava na marcação da ACBF, o destaque pelo lado da Locomotiva do Vale foi o estreante Bichinho, que além de boas jogadas, faltou detalhes para marcar seu primeiro gol, mas se o gol não estava saindo, as grandes jogadas sim e foi numa dessas que a bola sobrou para Romulo que chutou forte para empatar a partida. Depois do Gol a APF tomou conta do jogo, e Gleison só parou na grande defesa do goleiro Henrique, a pressão seguiu, mas o gol não saiu e o empate marcou à tarde histórica em Parobé.

Texto: Antonio Silva/ Jornal Integração

Foto: Ariane Tadday

.




Liga Gaúcha de Futsal

E-mail: contato@ligagaucha.com.br