Noite de clássico e muita emoção em Uruguaiana

Noite de clássico e muita emoção em Uruguaiana

Na noite de sábado (25), se enfrentaram em Uruguaiana, a equipe da casa Associação Esportiva Uruguaiana (AEU) e a Associação Parobeense de Futsal (APF), e essa partida valia muito mais do que três pontos, valia também um histórico de sete jogos de invencibilidade da APF/Zimmer sobre a equipe de Uruguaiana, sem falar nas decisões das Séries Bronze e Prata, que marcaram a história das duas equipes.

O primeiro tempo começou equilibrado, as equipes se estudaram, mas a APF/Zimmer mostrou que estava a fim de jogo e foi para cima, essa atitude rendeu para a equipe de Parobé, o primeiro gol da partida com Rodrigo, logo depois Roni ampliou o placar. Com dois a zero contra a Uruguaianense foi em busca do resultado e descontou com Felipe Monteiro e empatou com Cecato. A partir disso, a equipe da casa assumiu o controle do jogo, e a APF/Zimmer especulava os contra-ataques.

Um dos destaques da partida foi o goleiro Alemão com grandes defesas, e se Alemão garantia na defesa, no ataque o nome era Roni que marcou o terceiro da APF/Zimmer e o segundo dele na partida, assim novamente a Locomotiva do Vale passou a frente no placar, mas essa vantagem não durou muito, já que pouco tempo depois a equipe de Uruguaiana empatou com Jezinho.

O segundo tempo começou bem mais movimentado que o primeiro, com a equipe da casa adiantando a marcação e assumindo o controle da partida. A APF/Zimmer buscava se defender e buscar respirar nos contra-ataques, mas o excesso de faltas atrapalhava, e foi numa inversão de faltas que a Uruguaianense puxou um contra-ataque rápido e Saraiva cortou com a mão, pênalti! E na cobrança de Cabeça Alemão salvou a equipe parobeense, mas logo em seguida em Pedala em uma jogada trabalhada só teve o trabalho de empurrar para as redes.

Mesmo depois de virar o jogo a Uruguaianense seguiu pressionando e tendo as principais ações da partida, a APF/Zimmer até tentou se impor através da troca de passes, mas logo em seguida Rafa marcou um golaço, era o quinto do time da casa. Faltando oito minutos, o técnico Guilhermo Verfe colocou Saraiva como goleiro linha para tentar descontar e empatar a partida.

E a mudança surtiu efeito e a APF/Zimmer conseguiu se impor com isso, a Uruguaianense estourou o limite das cinco faltas e na sexta é tiro livre e na cobrança de Maninho a bola sobrou para Gleison que marcou o quarto da APF/Zimmer. A partir disso, só deu APF/Zimmer no jogo, e nos últimos minutos foi pressão total da Locomotiva do Vale mesmo assim o placar permaneceu 5 a 4 para os donos da casa.

 

Fonte: Antônio Silva

Foto: Ariane  Tadday

.




Liga Gaúcha de Futsal

E-mail: contato@ligagaucha.com.br